Beber vinho traz muitos benefícios para a saúde, sabia? O consumo regular da bebida protege o coração, diminui os níveis de colesterol ruim, alivia os sintomas da depressão e ainda proporciona enorme prazer e relaxamento.

Com apenas duas taças por dia você transforma o seu corpo e as suas emoções, reduzindo o risco de diversas doenças, porque o vinho possui antioxidantes e substâncias anti-inflamatórias, entre outras.

Os benefícios do vinho para a saúde

Vinho

O vinho tinto, por exemplo, faz bem ao coração porque é rico em polifenóis, que aumentam os níveis do bom colesterol, o HDL. Ele também ajuda na diminuição da pressão arterial, evitando problemas circulatórios, como varizes ou derrame, e ainda previne o diabetes, uma vez que controla a glicose.

Os benefícios não são apenas para o corpo. Para as emoções o vinho também é excelente no alívio da depressão, uma vez que auxilia na produção de neurotransmissores como a serotonina, a dopamina e a endorfina.

Outro benefício do vinho é que ele melhora a saúde da pele. A responsável por isso é a resveratrol, substância que retarda a ação dos radicais livres. Esse componente ajuda a combater doenças cardiovasculares, auxilia na diminuição dos níveis do LDL e possui ação anticarcinogênica, porque inibe a proliferação de células do câncer de próstata e tumor de cólon. No vinho tinto, os polifenóis melhoram a microcirculação e a hidratação da pele. Já as procianidinas ajudam a manter a saúde dos vasos sanguíneos.

Viu só quantos benefícios proporcionam o consumo diário de vinho? Vinhos ajudam ainda a:

  • Combater infecções por bactérias,
  • Fortalecer os ossos, veias e artérias,
  • Melhorar a visão,
  • Preservar a memória,
  • Aumentar a libido.

Até na digestão dos alimentos o vinho é ótimo. Seus componentes ácidos fazem com a salivação e a liberação de suco gástrico aumente – e o alto teor de potássio também tem função diurética.

Vinho

Outras substâncias do vinho importantes para a saúde, são: flavonoides, quercetina e catequinas. É importante salientar, contudo, que o consumo de vinho precisa ser moderado, do contrário o excesso de álcool pode provocar males como problemas no fígado, além de insônia e propensão à dependência.

E se você costuma praticar exercícios físicos, principalmente musculação, o consumo de vinho pode ser prejudicial para a recuperação muscular. Bebidas alcoólicas desidratam o corpo, o que impede a absorção de nutrientes. Se você toma suplementos, deve dar atenção ao consumo excessivo de vinho. Contudo, aquela taça sagrada no fim do dia está mais do que liberada!