Não é novidade que cada tipo de vinho tem suas particularidades. Com notas e aromas únicos, os exemplares ganham o paladar dos ‘amantes’ brasileiros. Quem já conhece o ‘caminho das uvas’, há algum tempo, já tem as escolhas definidas, mas como já sabe os encantos dessa bebida dos deuses e, sempre que possível, experimentar viver novas experiências com rótulos nunca provados.

Já aqueles que estão iniciando agora nesse fascinante universo dos vinhos e das uvas, é interessante experimentar sem resistência cada taça. Afinal, o brasileiro não desiste nunca e diante de uma escolha que, talvez, não tenha agradado o paladar logo no primeiro contato, deve estar aberto às possibilidades e se permitir conhecer o novo.

Com recordes de vendas nos últimos dois anos, cada vez mais, o vinho tem ganhado espaço no mercado e vira tendência entre os brasileiros. Seja para acompanhar um jantar romântico, festejar uma conquista ou ser o ‘ator principal’ de um happy hour com os amigos, essa bebida no cenário brasileiro é classificada como um mercado em crescimento pujante. 

DOS TINTOS, AOS BRANCOS, COM ESPAÇO PARA OS ROSÉS

Cada amante da bebida tem suas preferências, contudo, alguns exemplares são os queridinhos da maioria e ganham cada vez mais espaço. Uma pesquisa realizada, no ano de 2021, pela Wine Intelligence Global Compass Classification – ranking de referência que identifica os mercados mais atraentes para o vinho em contexto mundial – aponta que os vinhos tintos representam 92% da preferência nacional. O brasileiro gosta de colocar na taça aqueles com variações nas cores púrpura até os tons vermelhos profundos terrosos, que passam pelo rubí, grená e outras variações.

Depois dos encantos dos tintos, os filhos da nação verde/amarelo se deixam levar pela gama de vinhos brancos com 45% de apreciadores. Segundo a pesquisa da Wine Intelligence Global Compass Classification, em 2021, ganhou força uma ‘nova geração’, aquela dos degustadores dos rosés que tiveram crescimento de 30%.

A sequência segue um ‘padrão’ internacional; não que a preferência por determinados tipos de vinhos seja algo unânime, pois também varia de acordo com as tradições e culturas de cada país. Mas de maneira ampla a escolha da maioria dos apreciadores da bebida segue a sequência dos tintos, secos, espumantes e rosés.

AS RAINHAS DOS VINHEDOS

As uvas mais consumidas no Brasil:

  1. Malbec
  2. Cabernet Sauvignon
  3. Merlot
  4. Chardonnay

Um dos segredos dos vinhos é o tipo de uva utilizada para seu preparo. As rainhas dos vinhedos, sem dúvida, são os ingredientes principais, contudo, o solo, o clima, a maturação e os diversos fatores externos, e é claro, as notas peculiares e as especiarias acrescentadas têm o poder de deixar cada bebida única.

Para o paladar dos brasileiros, são as uvas Malbec que usam a coroa de ouro. Dados da pesquisa da Wine Intelligence Global Compass Classification apontam que 45% dos degustadores do Brasil escolhem vinhos feitos com essa qualidade do fruto.

O estudo ainda apresenta empate técnico entre a Cabernet Sauvignon e a Merlot – ambas conquistaram 44% do paladar brasileiro como mais consumidas. A Chardonnay também integra o topo. Essas escolhas podem ser justificadas devido serem uvas muito conhecidas, inclusive pelos iniciantes que ainda estão nas primeiras aventuras de degustação desta bebida dos deuses.

OS ENIGMAS DE CADA PAÍS

Os vinhos mais tomados no Brasil por região:

  1. Argentina
  2. Chile
  3. Itália
  4. França
  5. Espanha
  6. Uruguai

Outro dado interessante da pesquisa é sobre os vinhos importados. Essas produções representam 34% da lista dos escolhidos e consumidos no país. São os vinhos chinelos que lideram a preferência dos apreciadores do Brasil.

Em segundo lugar estão os exemplares de nossos hermanos – já que as rixas são apenas no campo de futebol – porque quando o assunto é vinho, os argentinos ganham o coração, ou melhor, o paladar dos brasileiros. As combinações de sabores frutados e macios ao paladar que são encontradas nos rótulos chilenos e argentinos são, demasiadamente, apreciados pelos brasileiros. A lista segue com produções da Itália, da França, da Espanha e do Uruguai.

TOP DEZ: CADA UM COM SEUS ENCANTOS

1° Gaspari Syrah

Vinho tinto de coloração intensa em tom rubi; contém notas de frutas vermelhas e leve aroma de baunilha. Ele é encorpado com taninos redondos e profundos.

2° La Flor de Pulenta Sauvignon Blanc

Esse vinho combina com o clima tropical do Brasil, pois é aromatico, com notas de maracujá e abacaxi, ele é recomendado para ser apreciado em dias quentes. Essa produção da uva Sauvignon Blanc resulta em um vinho de coloração amarelo esverdeado.

3° Los Riscos, Chardonnay 

Um vinho branco produzido no Chile com amargor leve de cascas e amêndoas, cremoso e com aroma de maracujá. Esse rótulo tem corpo mediano e harmoniza delicadamente com massas e frutos do mar como camarões ou peixes.

4° Benjamin Nieto Suave

Um exemplar argentino de sabor adocicado, indicado para os iniciantes do fantástico mundos vinhos. Com cor rosada e de brilho intenso, possui aroma de frutas e consegue equilibrar um toque de acidez e dulçor.

5° Espumante Casa Perini Moscatel

Quer uma bebida para marcar aquela celebração especial? A dica é apostar em uma das opções mais escolhidas: esse espumante que é um dos mais premiados do país. Com coloração amarelada e reflexos de prata, ele possui aroma que persiste por um longo tempo no paladar. Além disso, possui notas florais e frutadas e florais.

6° Miolo Seleção Rosé

Feito com a base principal de uvas Cabernet Sauvignon, esse exemplar é leve e refrescante. É uma bebida com aroma de frutas vermelhas como a cereja, além disso, tem sabor macio na boca e possui coloração rosada.

7° Vinho Tinto Merlot Pinotage

Esse vinho é resultado da combinação das uvas Merlot e Pinot. Ele possui notas de frutas vermelhas como a ameixa e o morango. É um dos exemplares que contém o mais elevado teor alcóolico, sendo de aproximadamente 14%, por isso, deve ser apreciado com moderação. 

8° Vinho Pata Negra Oro Tempranillo

As notas de caramelo harmonizam com massas e molho vermelho. De cor rubi violeta, o Vinho Pata Negra Oro Tempranillo tem aroma de cacau e frutas maduras resulta em uma bebida jovem que precisa de apenas seis meses de envelhecimento em barrica. 

9º Mont´arquato Cabernet Sauvignon Barbera Blend

Vinho italiano com ótimo custo-benefício, o vinho Mont´arquato é um dos vinhos secos mais procurados de 2020. Com o uso de uvas Cabernet Sauvignon, este vinho é bastante equilibrado, harmonizando perfeitamente com carnes, massas e aves. A cor é um rubi com traços violetas e convidativo para ser degustado em dias especiais.

10° Quinta de Bons Ventos Tinto

Com aroma de frutas vermelhas, esse exemplar produzido em Portugal possui notas amadeiradas, além de ter um toque de pimenta negra. O Quinta de Bons Ventos Tinto, coloração rubi intensa, é encorpado de taninos marcantes.

Vale destacar que a lista dos vinhos mais consumidos no Brasil pode mudar de acordo com o tempo.  O que é verídico e não vai mudar é que a bebida dos deuses, cada vez mais, ocupa as taças dos brasileiros.