Vinho e peixe, uma maravilhosa combinação que possibilita pratos deliciosos e se combinado da maneira correta fica melhor ainda!

Peixe oferece inúmeros benefícios para a saúde e ainda agrada bastante o paladar. Seja peixe de carne branca ou escura, a harmonização com vinhos é sempre bem-vinda. Para entradas ou pratos principais, as opções são inúmeras e valorizam ambos.

O consumo de peixes é essencial na alimentação do brasileiro, por isso é ingrediente desde em receitas simples e clássicas até nas mais modernas e requintadas. Contudo, na hora de harmonizar peixe com vinho é preciso levar em consideração não apenas o tipo de peixe, como os temperos da receita, se haverá molhos e caldos, além de toda a forma de preparo. Esses diferentes detalhes influenciam bastante na hora da escolha do vinho. A seguir, um panorama geral e algumas dicas e sugestões.

Vinho e Peixe

Vinho e peixe

Como é muito falado, peixes combinam mais com vinhos brancos e rosés. Entretanto, para os fãs assíduos, que não conseguem abrir mão do clássico vinho tinto, há algumas exceções. O que costuma ser um problema é a união dos taninos presentes no vinho tinto e o iodo presente no peixe, o que deixa um gosto metálico desagradável na boca.

Nesse caso, escolha um vinho com menos taninos, de corpo leve e acidez marcada. Uma uva que proporciona um vinho assim é a Pinot Noir, que pode acompanhar uma refeição com salmão ou bacalhau, por exemplo. O bacalhau também harmoniza bem com Vinho Verde (um clássico português, que não leva esse nome por conta da cor, e pode ser tinto).

Passando para o vinho rosé, um pouco mais estruturado que o vinho branco, uma série de combinações também é possível. Peixes grelhados, assados ou cozidos, como o salmão e o atum, vão bem com o rosé. A presença de legumes e tomates cai bem.

Já quando a preparação envolve molhos, o branco é preferência. O clássico Chardonnay acompanha bem pratos mais pesados, devido a sua acidez e untuosidade. Peixes mais gordurosos também. Os ingredientes intensos são bem enfrentados e ao mesmo tempo valorizados pelo vinho branco seco. Caso opte por grelhar um peixe pintado, o vinho mais apropriado é o Sauvignon Blanc.

Ainda tem os vinhos espumantes. Uma combinação em alta é a com os sushis e sashimis, populares devido aos restaurantes de comida japonesa. Um espumante Brut harmoniza com salmão cru, por exemplo. A acidez dos espumantes pode estar a favor também de peixes de sabor mais intenso, preparados com temperos mais expressivos.

Como pode ver, o universo de combinações é imenso. Optar por uma receita específica ajuda a encontrar o melhor vinho – e é a melhor saída. Como dicas gerais, lembre-se de levar em consideração a acidez do vinho, extremamente importante para a harmonização, além de evitar as opções demasiadamente adocicadas.