Vinho e peixe, uma maravilhosa combinação que possibilita pratos deliciosos e se combinado da maneira correta fica melhor ainda!

Peixe oferece inúmeros benefícios para a saúde e ainda agrada bastante o paladar. Seja peixe de carne branca ou escura, a harmonização com vinhos é sempre bem-vinda. Para entradas ou pratos principais, as opções são inúmeras e valorizam ambos.

O consumo de peixes é essencial na alimentação do brasileiro, por isso é ingrediente desde em receitas simples e clássicas até nas mais modernas e requintadas. Contudo, na hora de harmonizar peixe com vinho é preciso levar em consideração não apenas o tipo de peixe, como os temperos da receita, se haverá molhos e caldos, além de toda a forma de preparo. Esses diferentes detalhes influenciam bastante na hora da escolha do vinho. A seguir, um panorama geral e algumas dicas e sugestões.

Vinho e Peixe

Vinho e peixe

Como é muito falado, peixes combinam mais com vinhos brancos e rosés. Entretanto, para os fãs assíduos, que não conseguem abrir mão do clássico vinho tinto, há algumas exceções. O que costuma ser um problema é a união dos taninos presentes no vinho tinto e o iodo presente no peixe, o que deixa um gosto metálico desagradável na boca.

Nesse caso, escolha um vinho com menos taninos, de corpo leve e acidez marcada. Uma uva que proporciona um vinho assim é a Pinot Noir, que pode acompanhar uma refeição com salmão ou bacalhau, por exemplo. O bacalhau também harmoniza bem com Vinho Verde (um clássico português, que não leva esse nome por conta da cor, e pode ser tinto).

Passando para o vinho rosé, um pouco mais estruturado que o vinho branco, uma série de combinações também é possível. Peixes grelhados, assados ou cozidos, como o salmão e o atum, vão bem com o rosé. A presença de legumes e tomates cai bem.

Já quando a preparação envolve molhos, o branco é preferência. O clássico Chardonnay acompanha bem pratos mais pesados, devido a sua acidez e untuosidade. Peixes mais gordurosos também. Os ingredientes intensos são bem enfrentados e ao mesmo tempo valorizados pelo vinho branco seco. Caso opte por grelhar um peixe pintado, o vinho mais apropriado é o Sauvignon Blanc.

Ainda tem os vinhos espumantes. Uma combinação em alta é a com os sushis e sashimis, populares devido aos restaurantes de comida japonesa. Um espumante Brut harmoniza com salmão cru, por exemplo. A acidez dos espumantes pode estar a favor também de peixes de sabor mais intenso, preparados com temperos mais expressivos.

Como pode ver, o universo de combinações é imenso. Optar por uma receita específica ajuda a encontrar o melhor vinho – e é a melhor saída. Como dicas gerais, lembre-se de levar em consideração a acidez do vinho, extremamente importante para a harmonização, além de evitar as opções demasiadamente adocicadas.

O japa caiu no gosto dos brasileiros, mas tradicionalmente, a culinária japonesa nunca foi associada à harmonizações com vinhos. O saquê é sempre a bebida mais tradicional e pedida quando o assunto é acompanhar comida oriental, quando não apenas um suco ou água. Mas há sempre quem não abra mão de um vinhozinho, uma harmonização que, se conduzida com um pouquinho de imaginação, pode revelar muitas boas surpresas.

A primeira coisa que você vai ouvir sobre harmonização de vinho com a comida japonesa, é que existem vários ingredientes que dificultam muito essa combinação, como o shoyu, gengibre, wasabi (raiz forte) e o molho teriyaki. Esse ingredientes, se utilizados em excesso, podem arruinar a harmonização com vinhos. Portanto, é muito importante utilizar os molhos e as raízes com moderação.

O sushi e outros pratos da culinária japonesa são leves, sendo assim, vinhos igualmente leves e frescos serão a melhor combinação.

Sushis, Shashimis e Uramaki

Harmonização Sushi e Vinho

Os sushis e sashimis são os pratos mais tradicionais da culinária japonesa. Para combinar suas porções com os vinhos certos, opte por rótulos de espumantes jovens e delicados, vinhos brancos ou vinhos rosés. Assim eles não vão competir com o discreto sabor desses cortes de peixe.

É recomendado os espumantes brut, que são ácidos e com sabor delicado para acompanhar as receitas de sushis e uramakis, a leveza e a delicadeza limpam o paladar, uma harmonia de sucesso com pratos à base de peixe cru. Ou ainda, o vinho branco leve, frutado e de bom frescor.

Recomendações Empório Festval:

Espumante Faustino Cava Brut
Espumante Faustino Cava Brut

Vinho Dufouleur Chablis
Vinho Dufouleur Chablis

Vinho Verde Anjos de Portugal
Vinho Verde Anjos de Portugal Rose

Com peixes de carne mais escura, geralmente mais densas, é recomendado um vinho ou espumante rosé, por sua estrutura e frescor pode revelar-se surpreendente para acompanhar uma porção de sashimi.

Os vinhos verdes também podem ser uma ótima opção de harmonização para pratos à base de peixe cru.

Pratos Cremosos ou Peixes Gordurosos

Frutos do mar e vinho

Os pratos feitos com peixes mais gordurosos, ou até com receitas mais cremosas ou fritas, como os guiozas, os tempuras, rolinhos de primavera e outros pratos fritos, além dos frutos do mar como lula, lagosta ou camarão, pedem vinhos brancos ácidos. O Sauvignon Blanc é uma boa pedida, visto que dá equilíbrio para a gordura desses pratos.

Recomendações Empório Festval:

Santa Ema Gran Reserva Sauvignon Blanc
Santa Ema Gran Reserva Sauvignon Blanc

Balduzzi Sauvignon Blanc
Balduzzi Sauvignon Blanc

Yakisoba

Yakisoba e VInho

Até para os vinhos tintos existe um espaço na harmonização com a culinária japonesa. Vinhos tintos leves, como os elaborados com Pinot Noir, combinam muito bem com pratos quentes, como o Yakisoba, os ensopados e os peixes grelhados.

Recomendações Empório Festval:

Apaltagua Coleccion Pinot Noir
Apaltagua Coleccion Pinot Noir

Apaltagua Reserva Pinot Noir
Apaltagua Reserva Pinot Noir

Dica: se o prato for preparado ou servido à base de shoyo, que tem forte teor de sal, prefira vinhos com alto nível de acidez, para quebrar o salgado do molho. O wasabi eleva a sensação alcoólica do vinho, portanto equilibrar com um vinho com baixa graduação de álcool é uma boa dica. Nessa situação, escolha um vinho branco leve, adocicado e com baixo teor de álcool para acompanhar pratos com muito shoyo e o wasabi.

Verde Anjos de Portugal
Vinho Verde Anjos de Portugal Branco

O importante é não ter preconceito e se divertir experimentando novas combinações e descobrindo novos sabores. Conta pra gente qual seu rótulo preferido!