Melhores vinhos para o inverno, é algo que não faltar de jeito nenhum. Para aquecer e incrementar bons momentos, é a pedida perfeita para a estação. E foi pensando nisso que listamos alguns rótulos que vão deixar suas noites muito mais especiais.

E todas as indicações combinam com qualquer ocasião, viu? E já estamos levando em conta, por exemplo, que no inverno rótulos mais encorpados em textura e volume são mais bem apreciados.

Melhores vinhos para a temporada de inverno

Melhores vinhos

Espumantes, vinho branco e vinho rosé ficam agora para os dias mais quentes – ou para acompanhamentos mais leves. Sendo assim, aprecie vinhos envelhecidos em carvalho, por exemplo. Mas confira mais dicas de harmonização para entender melhor…

A regrinha dos encorpados vale também para os pratos. No inverno, cabem harmonizações com receitas mais consistentes. Isso porque os taninos contidos no vinho ajudam a dissolver a gordura do prato. Entende agora por que vinho tinto combina tanto com fondue de queijo?

Uma dica importante, contudo, é: se usar queijos mais suaves prefira vinho branco. Já um Merlot fica ótimo com queijos macios, como brie, camembert, roquefort e gorgonzola. Outra coisa: no inverno, os vinhos devem ser apreciados em temperatura ambiente.

Agora vamos aos rótulos maravilhosos que você encontra na Lovino?

Temos um irresistível Merlot, da vinícola Santa Ema, um Select Terroir feito de uvas selecionadas do Vale de Cachapoal. Um vinho para todos os sentidos, a intensa cor rubi encanta olhos e o aroma de frutas negras e tabaco é arrebatador. Com certeza, é uma opção despretensiosa para esse inverno, sem abrir mão de tudo que um bom vinho pode oferecer.

E quem prefere um Cabernet Sauvignon, temos o Santa Ema Select Terroir, com uvas cultivadas no Vale do Maipo, no Chile. O aroma é de frutas negras, ameixa preta, pimentão verde, azeitona verde e eucalipto. Só de ler já dá vontade de tomar, né? O custo-benefício desse rótulo é imperdível.

Para uma noite de sedução, a opção perfeita é o vinho italiano Asio Otus Vino Rosso Enigmatico. Essa é a típica experiência que só um blend italiano Merlot, Cabernet e Shiraz pode proporcionar. Não sem razão esse vinho consta na lista dos mais vendidos.

Por fim, você não pode passar o inverno sem um Vinho Santa Ema Barrel Reserve 60/40. Uma mistura única de 60% de Cabernet Sauvignon e 40% de Merlot com uvas cultivadas no Vale de Maipo chileno, sua cor é de um cereja intenso – e o aroma de ameixas secas e amoras, com notas de baunilha, canela e torrada.

Sim, resista, se puder!

Ter um ótimo acompanhamentos para o seu vinho deixa tudo ainda mais gostoso para apreciar ele em um momento de descanso e tranquilidade.

Com a chegada do inverno cada vez mais próxima, a vontade de tomar um bom vinho acompanhado de um saboroso prato só aumenta. E reunir a família ou os amigos próximos para esse programa é ainda mais prazeroso.

Harmonizar vinhos com alimentos pode parecer tarefa árdua e complicada, mas com algumas dicas de combinações, chegar a um resultado delicioso é muito mais fácil.

Acompanhamentos para o seu vinho

acompanhamentos para o seu vinho

Em primeiro lugar, saiba que escolher o vinho apenas pela cor não é suficiente para harmonizar com sucesso. Branco, rosé ou tinto, saber distinguir um vinho leve de um encorpado é essencial. Além disso, você deve levar em conta o tipo de alimento e também os temperos.

Numa reunião em casa, uma boa sugestão é preparar entradinhas e petiscos para comer ao longo do encontro. A combinação tradicional de queijos e vinhos não tem erro. Caso queira variar, escolha diferentes vinhos para harmonizar com os diferentes queijos. Por exemplo: queijo brie e queijo gouda ficam ótimos com vinho tinto leve Pinot Noir, e podem acompanhar uma deliciosa geleia de damasco. Caso opte por queijos frescos como a mozzarella de búfala, ricota e queijo coalho, um vinho branco suave Chardonnay é excelente pedida.

Alguns embutidos podem completar essa tábua de frios, como o presunto de parma, o salame e a linguiça artesanal. Nesse caso, vinhos tintos como o Merlot e o Cabernet combinam bem.

Outros tipos de petiscos podem ser servidos, como aqueles feitos com peixes e frutos do mar. Bolinho de bacalhau, isca de pescada branca ou ceviche de tilápia vão super bem com um vinho branco fresco e aromático, como o Chardonnay. Casquinha de siri é uma opção diferente e muito apetitosa, combina bastante com vinho branco Sauvignon Blanc.

acompanhamentos para o seu vinho

Uma alternativa deliciosa e tradicional são os petiscos “de bar”, como bolinhos de carne, anéis de cebola, polenta, frango a passarinho e muito mais. Como esses alimentos contêm mais gordura, a bebida ideal é o espumante, escolha um de acidez acentuada e frescor, como o Brut.

Por fim, uma sobremesa não pode faltar. Caso o doce escolhido tenha cacau e conte com uma doçura mais pronunciada, a melhor opção são os vinhos fortificados, como o vinho do porto, uma bebida licorosa, servida em pequenas quantidades. Caso a sobremesa seja feita com uma bela geleia de amora, por exemplo, opte por um espumante Moscatel rosé.

Fale a verdade: agora sim o inverno pode chegar, não é mesmo?