Famosa pela junção de alguns pedaços de frutas cítricas com bons vinhos, a Sangria Espanhola é um drink bastante conhecido e apreciado durante o ano, sendo ainda mais bem vindo nos dias quentes do verão. 

A Sangria é uma das bebidas mais conhecidas de todo o mundo, sendo que seus primeiros registros são por volta de 1700, mais precisamente na península Ibérica, na região conhecida por Andaluzia, Espanha. 

A sangria mais próxima do original, ou seja, da que se tem os primeiros registros, é feita com vinho tinto seco e uma mistura de algumas frutas cítricas picadas. Neste conteúdo, é essa receita que vamos ensinar ao final do texto, então fica com a gente e confere mais algumas curiosidades a respeito da Sangria Espanhola.

Leia também: Os enigmas das castas: cada uma tem suas particularidades

 A Sangria é somente espanhola?

Embora a Sangria Espanhola carregue este nome, ela é um drink bastante comum em outras regiões, e os portugueses, por sinal, possuem uma grande participação na história e na apreciação desta bebida. 

Por conta das diversas outras sangrias que surgiram ao longo dos anos, em 2014 a união europeia sancionou uma lei que proíbe qualquer outro país além da Espanha e Portugal de comercializarem e venderem a Sangria, sendo que, caso o país ainda sim decida trabalhar com a bebida, é obrigatório que seu nome seja diferente ou que seja usado um nome complementar, como por exemplo “Sangria Brasileira”.

Além disso, de acordo com a legislação atual da europa, toda sangria original, ou seja, feita na Espanha ou em Portugal, deve possuir um teor alcoólico menor que 12% e como já dissemos, só pode carregar no rótulo o nome “Sangria” a bebida fabricada em um dos dois países citados. 

Qual o simbolismo por trás da Sangria espanhola?

Você sabia que a Sangria Espanhola também possui alguns simbolismos e conceitos? 

O que ocorre é que, como uma das bases culturais da espanha são as touradas, a Sangria Espanhola, que é originalmente feita com vinho tinto, é feita com este fermentado exatamente por conta da cor que a bebida possui, que acaba fazendo menção ao “Sangre del Toro” Sangue de toro. 

A relação da Sangria com as touradas é tão forte que durante estes eventos é muito comum encontrar a bebida sendo amplamente comercializada, o que já faz parte da tradição da festa. 

Receita de Sangria Espanhola

Chegamos a tão esperada receita de Sangria, confira este trecho do conteúdo e aprenda como fazer este delicioso drink espanhol. 

Ingredientes da Sangria Tradicional

– 100ml de suco de laranja natural

– 1 laranja cortada em fatias

– 3 pêssegos picados

– 3 maçãs picadas

– 2 abacaxi picado

– 650 gramas de uvas sem sementes 

– 3 unidades de cravo-da-índia

– 3 paus de canela

– 1 lata de água gaseificada 

– 40 ml de licor de laranja

– Açúcar a gosto 

– 1 garrafa de vinho tinto (Confira os mais indicados ao final do conteúdo)

– Cubos de gelo a gosto

Sangria espanhola Lovino

Como fazer

O primeiro passo é escolher o recipiente, neste momento, você pode decidir, preferencialmente, entre uma jarra de vidro ou uma tigela de ponche, nela, você deverá inserir todas as suas frutas picadas e cortadas. 

Feito isso, acrescente o suco de laranja, os cravos, a canela, o licor e então, o vinho. Dê uma leve misturada e só então acrescente a água com gás, para evitar que ela perca o gás no processo de mistura da bebida. 

Após feitas todas estas etapas, deixe a bebida descansar na geladeira por cerca de 30 minutos, e então, acrescente algumas pedras de gelo a gosto e sua Sangria estará pronta para servir. 

Mais algumas dicas para não errar

Vocês puderam observar, de acordo com a receita da Lovino, que o preparo da Sangria é bem simples e não precisa de muito esforço, entretanto, existem alguns pequenos detalhes que podem fazer seu drink ficar ainda mais saboroso e atrativo. 

Escolha o melhor vinho 

Na hora de escolher o vinho a ser utilizado na sua sangria, invista nas uvas que possuem menos taninos, como é o caso das castas Pinot Noir, Grenache e Cabernet Franc. 

As uvas com baixos teores de taninos trazem vinhos mais leves e refrescantes quando preparados em uma sangria, ao combinar estes vinhos com frutas cítricas o drink ficará muito mais refrescante. 

Vinho Apaltagua Reserva Pinot Noir

VINHO APALTAGUA RESERVA PINOT NOIR

Escolha as melhores frutas

Outro fator importante na seleção dos ingredientes da sua Sangria, é escolher frutas maduras e bem frescas, são elas quem vão rechear sua bebida de sabor, afinal, com as frutas mais frescas, a interação do vinho com os ingredientes é ainda maior. 

Além disso, também é bacana, durante as etapas do preparo da Sangria, macerar levemente as frutas, fazendo com que elas soltem um pouco mais de caldo. 

Temperatura

Por último e não menos importante, a temperatura da bebida deve ser observada, neste momento, existe a possibilidade de deixar a bebida descansar diretamente na geladeira, como a dica que demos, ou ainda, apenas acrescentar o gelo logo antes de servir.

Mas por fim, o que importa é que a sangria seja servida bem gelada, não se esqueça de relaxar no processo e aproveitar o seu drink!